Como obter o caminho para a vida eterna?

Qual é o caminho para a vida eterna? Você sabe como obtê-lo? Leia este artigo para conseguir as respostas.

Certa manhã, bem cedo, um raio de sol entrou pela cortina da janela e iluminou a planta de bambu em minha mesa. Ela parecia brilhar com vitalidade ao sol. Quando terminei minhas devoções espirituais, liguei meu computador e visitei um site gospel onde, por acaso, alguém havia postado, em um quadro de discussão, uma pergunta sobre como ganhar o caminho da vida eterna. Todos estavam postando suas opiniões com entusiasmo, e essas opiniões eram muitas. Alguns irmãos e irmãs disseram que, se aceitarmos a redenção do Senhor Jesus, já ganhamos o caminho da vida eterna. Outros diziam que estamos sempre vivendo em pecado e não podemos nos manter no caminho do Senhor, portanto, vivendo em tal estado, podemos mesmo ganhar o caminho para vida eterna?

Leia mais:
1-O caminho para a vida eterna está na Bíblia?
2-Qual é o verdadeiro significado da salvação na Bíblia?
3-Ainda vivemos em pecado e podemos entrar no reino dos céus?

Aquilo me fez pensar em algo que o Senhor Jesus disse: “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna” (João 4:14). “Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida…” (João 3:36). O Senhor Jesus é a fonte da água viva da vida, e quando O aceitamos como nosso Salvador, somos redimidos de nossos pecados, portanto, se persistirmos na senda do Senhor Jesus, confessando e nos arrependendo, como Ele exige, realizando Sua obra com diligência, fazendo sacrifícios e nos gastando, não deveríamos ganhar a nova vida concedida por Deus  e o caminho para a vida eterna? Então, eu compartilhei minha visão no quadro de discussão e fiquei de olho nas respostas das outras pessoas.

Alguém respondeu com rapidez ao meu comentário, dizendo: “O Senhor Jesus é o Próprio Deus e é a fonte de toda a vida. Ele pode expressar a verdade, conceder vida às pessoas e proporcionar o caminho a elas. Não há absolutamente nenhuma dúvida sobre isso. Mas o que o Senhor Jesus realizou foi a obra da redenção. Ele nos deu o caminho do arrependimento. Como o Senhor Jesus disse: ‘Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus (Mateus 4:17). O Senhor Jesus nos ensinou que devemos confessar nossos pecados e nos arrepender, que não devemos pecar, cometer o mal, e que precisamos carregar nossa cruz com humildade e seguir o Senhor. Ele também exigiu que amássemos a Deus de todo o coração, mente e alma, e depois disso, amássemos o próximo como a nós mesmo. Ele nos ensinou a ter humildade, tolerância e paciência, e a perdoar os outros setenta vezes sete vezes. Todas essas coisas são nossas sendas de arrependimento. Se nos colocarmos diante do Senhor Jesus para nos confessarmos e nos arrependermos, nossos pecados serão redimidos e, então, estaremos qualificados para orar ao Senhor e desfrutar de Sua rica graça e bênçãos. Mas ninguém pode negar que, apesar de nossos pecados estarem redimidos, nossas naturezas pecaminosas ainda estão profundamente enraizadas e ainda pecamos apesar de não querermos. Somos incapazes de colocar em prática as exigências do Senhor. Mesmo trabalhando duro pelo Senhor, logo que nós gastamos um pouco e abrimos mão de algumas coisas, começamos a sentir que valemos alguma coisa, e passamos a falar de nós mesmos no trabalho e nos sermões. Nós destacamos e testemunhamos quão longe e amplamente nós pregamos o evangelho e o quanto sofremos para que outros nos adorem e nos admirem. Para preservar nossos próprios interesses, muitas vezes tratamos os outros de uma forma na frente deles, e de outra forma pelas costas. Além disso, mentimos e trapaceamos a qualquer momento e em qualquer lugar. Nossos corações estão cheios de arrogância e vaidade. Nós ficamos descontentes quando as palavras ou ações de outras pessoas não estão alinhadas com nossos desejos e, às vezes, usamos nossa própria posição para repreendê-las. Quando vemos alguém de alto calibre com grande força pessoal, sentimos inveja e ódio. Não queremos que ninguém seja melhor ou mais capacitado do que nós, e nosso ciúme pode até nos levar a julgar essa pessoa, menosprezá-la e excluí-la. Às vezes, nós também seguimos as tendências do mundo, cheios de ganância pelas coisas da carne e buscando riqueza, focados em nossa própria comida, bebida e entretenimento. Em particular, quando nos deparamos com desastres ou tragédias, resmungamos e nos queixamos com o Senhor, fazemos julgamentos sobre Ele, ou, até mesmo, voltamos as costas para o Senhor. Estamos sempre vivendo em um estado de cometer pecados e para depois confessá-los, impotentes para escapar deles. Este é o nosso estado atual.

Eu vi isto em um livro de um site gospel: ‘Os pecados do homem podiam ser perdoados através da oferta pelo pecado, mas quanto a como exatamente se pode fazer o homem não pecar mais, e como sua natureza pecaminosa pode ser extirpada completamente e transformada, ele não tem como resolver esse problema. Os pecados do homem foram perdoados, e isso foi por causa da obra da crucificação de Deus, mas o homem continuou a viver no caráter satânico corrupto antigo. Sendo assim, o homem deve ser completamente salvo de seu caráter satânico corrupto para que a natureza pecaminosa do homem seja completamente extirpada para nunca mais se desenvolver, permitindo, assim, que o caráter do homem seja transformado. Isso requer que o homem entenda a senda do crescimento na vida, entenda o caminho da vida e entenda o caminho para mudar seu caráter. Além disso, requer que o homem aja de acordo com essa senda, para que o caráter do homem possa ser mudado paulatinamente e que ele possa viver sob o brilho da luz, para que tudo o que ele faça esteja de acordo com a vontade de Deus, para que ele possa eliminar o seu caráter satânico corrupto e para que possa libertar-se da influência das trevas de Satanás, emergindo, assim, completamente do pecado. Só então o homem receberá a salvação completa’ (de ‘O mistério da encarnação (4)’). Eu percebi uma coisa com essa passagem. O Senhor Jesus foi pregado na cruz. Ele se tornou a oferta pelo nosso pecado, tomando todos os nossos pecados e nos redimindo da lei, de modo que não ficamos mais sujeitos à condenação da lei. Nós nos tornamos qualificados para nos colocar diante do Senhor para confessar, nos arrepender, voltar para o Senhor e desfrutar de Sua graça e bênçãos. Mas como estamos presos à nossa natureza pecaminosa, nunca paramos de pecar e ofender a Deus, e, por isso, não fomos realmente ganhos por Ele. Todos nós sabemos que o salário do pecado é a morte e que nossos antepassados ​​Adão e Eva morreram por causa de seu pecado. Está claro que aqueles que não resolveram sua natureza pecaminosa não ganharam a vida eterna, e o Senhor Jesus nunca disse que aqueles que têm uma natureza pecaminosa podem ganhar a vida eterna. Ainda mais, Ele nunca disse que ser redimido de nossos pecados significa que fomos purificados ou que alcançamos a salvação plena e obtivemos a aprovação de Deus. Isso significa que ainda não ganhamos a vida eterna e, em especial, não estamos qualificados para entrar no reino dos céus. A palavra de Deus diz: ‘…sereis pois santos, porque eu sou santo’ (Levítico 11:45), em Hebreus 12:14 está escrito: ‘…a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.’ Também existe a profecia no livro do Apocalipse sobre aqueles que vão entrar no reino dos céus: ‘E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis’ (Apocalipse 14:5).  Deus é santo e não permitirá, absolutamente, que nenhum ser humano corrupto e imundo entre em Seu reino. Só alcançam a vida eterna e entram no reino, aqueles que não podem mentir, que são purificados e não têm manchas. São pessoas honestas que temem a Deus e evitam o mal. Se abandonarmos por completo nossa natureza satânica e alcançarmos a purificação, tornando-nos pessoas que conhecem, obedecem e amam a Deus, então podemos obter a aprovação Dele, entrar em Seu reino e alcançar a vida eterna. Isso requer que entendamos e entremos em mais aspectos da verdade.”

A passagem citada no post e na comunhão me obrigou a refletir. Pensei em como, na minha vida, eu vivo no ciclo vicioso de pecar, confessar e pecar outra vez. Mesmo que eu ore a Deus, confessando e me arrependendo todos os dias, nunca consigo escapar dos grilhões do pecado. Durante muito tempo, vi que os sermões de minha colega Wang eram melhores que os meus e notei que nossos irmãos e irmãs adoravam ouvi-los, e sempre que tinham problemas, eles a procuravam. Fiquei com muito ciúme dela, e, mesmo sabendo que o Senhor não aprovava isso, orando com frequência e reconhecendo meu pecado, no momento em que via aquele olhar de inveja e admiração nos olhos de nossos irmãos e irmãs, quando olhavam para ela, eu não podia deixar de sentir inveja e desenvolver sentimentos maliciosos. Quando surgiram problemas nos trabalhos da família ou fiquei doente por muito tempo, não pude deixar de culpar o Senhor e discutir com Ele, pensando que, seu eu trabalhava e sofria pelo Senhor, Ele deveria abençoar minha família e me proteger. Meus irmãos e irmãs na igreja também estavam nessa condição. Aconteceram intrigas, conflitos e ciúmes entre colegas de trabalho para conseguir um lugar no púlpito. Não houve paciência, tolerância ou amor entre irmãos e irmãs. Se nada interferisse nos interesses das pessoas, elas, aparentemente, pareciam se amar, mas, se algo atingisse seus interesses, elas começavam a se desentender. As pessoas implicavam com as outras pelas menores coisas e julgavam o próximo pelas cotas. Alguns irmãos e irmãs também seguiam com as tendências mundanas, entregando-se à carne e a seus prazeres. A Bíblia diz: “Porque o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). O Senhor Jesus disse: “Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele” (1 João 3:15). Todos nós vivemos no pecado diariamente, nesse ciclo pecar e se arrepender. Tudo o que fazemos é nos rebelar e nos opor a Deus. Como pessoas tão pecaminosas podem alcançar a purificação e ter a vida eterna? Não é de se admirar que, não importa o quanto confessemos e nos arrependamos ao Senhor, ainda não podemos escapar dos grilhões do pecado. A questão é que o Senhor Jesus realizou a obra da redenção para nos conceder o caminho do arrependimento, não o caminho da vida eterna para nos livrar de nossa natureza satânica e alcançar a purificação. Então, qual é o caminho da vida eterna e como pode ser obtido? Corri para enviar a pergunta e esperei a resposta com ansiedade.

Então, alguém postou isto: “O caminho da vida eterna se refere ao caminho da verdade em que viveremos para sempre. Mais especificamente, é o que pode nos salvar por completo do pecado, para ganharmos a verdade como nossa vida, ficarmos em conformidade com Deus e sermos plenamente adquiridos por Deus: este é o caminho da vida eterna. Aqueles que ganham o caminho da vida eterna são os que possuem a verdade, que escaparam por inteiro do pecado e das forças de Satanás, que já não pecam, que não resistem ou traem a Deus. Eles adquirem a verdadeira compreensão de Deus e alcançam uma transformação em seus caracteres de vida. Eles são capazes de obedecer, adorar e amar a Deus, ficar em completo acordo com Ele e se tornam aqueles que fazem a vontade de Deus. Somente esse tipo de pessoa está qualificada para entrar no reino de Deus. Todos os que ganham a verdade como sua própria vida e alcançam o conhecimento de Deus ganham o caminho da vida eterna.

Então, como podemos ganhar o caminho para a vida eterna? No Apocalipse, o Senhor Jesus disse muitas vezes: ‘cedo venho’. Ele também nos disse: ‘Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por Si Mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras’ (João 16:12-13). ‘E, se alguém ouvir as minhas palavras, e não as guardar, eu não o julgo; pois eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem me rejeita, e não recebe as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia’ (João 12:47-48). Através dessas palavras, podemos ver que, quando o Senhor Jesus voltar nos últimos dias, Ele expressará palavras para nos dizer todas as verdades que precisamos para alcançar a salvação plena. Ele também realizará a obra de julgamento começando com a casa de Deus, transformará e purificará nossos caracteres corruptos, nos permitirá libertar-nos por completo do pecado e escapar das amarras de nossos caracteres corruptos. Em última análise, podemos alcançar a transformação de caráter e ser conquistados por Deus. Estas palavras são Deus nos dando o caminho da vida eterna. Quando aceitamos o julgamento de Deus dos últimos dias, podemos ler as palavras Dele, aceitar o julgamento e castigo de Suas palavras, obter clareza sobre a verdade e ganhar a verdadeira compreensão de nossa própria natureza satânica e essência corrompida que resiste e trai a Deus. Também conseguimos entender a santa essência de Deus e Seu caráter justo e inviolável, desenvolver um coração reverente a Ele, obter a verdade e a vida de Deus e, finalmente, nossos caracteres corruptos serão purificados e viveremos a semelhança de pessoas honestas. Nós nos tornaremos pessoas que realmente amam, obedecem e temem a Deus. Somente esse tipo de pessoa ganhará o caminho da vida eterna e será digna de entrar no reino dos céus. Quando o Senhor Jesus estava operando, Ele não expressou as verdades para purificar e salvar totalmente a humanidade, porque havíamos acabado de nos colocar diante de Deus, estávamos carentes de estatura e cheios de caracteres satânicos e corruptos. Nós não podemos simplesmente descartar nossa corrupção e ganhar a verdade e a vida no momento em que ouvimos as palavras de Deus e nos tornamos dispostos a nos arrepender. É por isso que, na Era da Graça, o Senhor Jesus operou de acordo com as necessidades da humanidade na época. Ele expressou a verdade para redimir a humanidade e concedeu o caminho do arrependimento a nós. O fruto disso era fazer com que as pessoas confessassem, se arrependessem e voltassem para Deus. Mas quando o Senhor retornar nos últimos dias, Ele expressará todas as verdades para nos purificar e nos salvar, nos dizer como podemos escapar de nossa natureza pecaminosa e como devemos praticar para alcançar a submissão e o amor a Deus. Se agirmos de acordo com as palavras de Deus, gradualmente abandonaremos nossos caracteres corruptos e essas verdades poderão se tornar nossa vida. Então, poderemos alcançar a purificação e transformação completas. Isso nos mostra que Deus realiza diferentes obras em diferentes eras, com base em Seu plano de gerenciamento e de acordo com o que nós, a humanidade, necessitamos. Tudo que Deus faz é para nos salvar, purificar e nos permitir alcançar a salvação completa.”

Eu folheei a Bíblia avidamente e encontrei os versículos da escritura que serviam de referência para o post. Eu vi que isso foi realmente profetizado há muito tempo. Eu também vi esses versículos: “Assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que O esperam para salvação” (Hebreus 9:28). “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus” (Apocalipse 2:7). Esses versículos não afirmam, há muitos anos, que quando o Senhor voltar, Ele vai proferir mais palavras e realizar uma etapa da obra para nos purificar plenamente, para que possamos nos libertar do pecado? Apenas aceitando todas as verdades expressas por Deus nos últimos dias, rejeitando nossos caracteres corruptos e adquirindo essas verdades como nossa vida, podemos, verdadeiramente, alcançar o caminho da vida eterna.

Meus olhos se iluminaram quando pensei em tudo isso e digitei uma resposta, com alegria: “Graças a Deus, por causa de nossa discussão e comunhão de hoje, agora sei que o Senhor Jesus nos deu o caminho do arrependimento, mas ainda estamos sempre pecando e confessando, e não ganhamos a vida eterna. Se aceitarmos a obra do Senhor quando Ele retornar, poderemos ganhar o caminho da vida eterna, e, somente então, nossos caracteres corruptos poderão ser totalmente limpas e transformados. Eu dou graças ao Senhor!”

 

Por Chenchen

Recomendado para você:

Filme evangélico "Do trono flui a água da vida" Trecho 8 – Como obter o caminho para a vida eterna
Por milhares de anos, crentes quiseram obter o caminho para a vida eterna, mas ninguém realizou esse desejo. Você está confuso se existe ou não um caminho para a vida eterna? Você não sabe como buscar esse caminho e chegar à vida eterna? Este pequeno vídeo vai dizer a você como obter o caminho para a vida eterna.

Comentários